Preço dos alimentos pode subir no Brasil devido à guerra na Ucrânia

Preço da comida pode subir no Brasil devido à guerra na Ucrânia

O conflito entre a Rússia e a Ucrânia pode impactar diretamente nos preços dos alimentos no Brasil. De acordo com a ministra da Agricultura, Pecuária e Suprimento, Tereza Cristina, o agravamento da situação vai depender principalmente da duração do tempo de guerra.

Leia mais: Por que a guerra na Ucrânia pode aumentar o preço dos alimentos no Brasil?

” Isso tudo [em relação ao alimento elevado] depende. Se a guerra terminar hoje ou amanhã, é um impacto [aumento de preço mais baixo]. Se ela continuar por mais tempo, é outra “, declarado o ministro.

Um exemplo é o trigo, que já aumentou porque a Ucrânia é um dos maiores produtores mundiais do grão. Outras commodities que também sofrerão variações de preços são milho e soja, cujos principais produtores são os países em guerra.

A Vale destaca que o fornecimento de fertilizantes, um produto agrícola bastante usado no cultivo, também poderia permanecer comprometido com a duração da disputa entre a Rússia e a Ucrânia. Nesse caso, em específico, o ministro afirmou que havia estocagem suficiente para suprida a necessidade de demanda até outubro.

Medidas paliativas

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Suprimento, no caso da falta de insumos para o setor agrícola, pode desencadear algumas medidas para evitar uma crise no setor.

A primeira delas seria a aquisição de produtos de outros parceiros, como Catar, Arábia Saudita e Chile. Já a segunda alternativa envolve um trabalho com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) para tentar diminuir o uso do material.

“Existe uma gama de tecnologias, menos fertilizante, tudo isso vai ser colocado, temos que ter calma, equilíbrio, a agricultura brasileira é forte, ela vai continuar forte, mas temos que dar alternativas e condições para continuar trabalhando”, acrescentou o ministro.

%d blogueiros gostam disto: